Buscar
  • Olyver Olyver

A ESCRITA SOB AS LENTES DE QUEM ENTENDE



Escrever é um ato que requer atenção e perseverança, pode nos causar alguns desconfortos, bem como nos proporcionar grandes realizações. Nessa perspectiva, Charles Bazerman (2015, p. 184) afirma que: esse trabalho exige um compromisso que impõe uma obrigação e se torna uma declaração do que valemos para os outros. [...] A escrita define uma relação com os outros, representada no texto ou a quem o texto é dirigido e talvez não sintamos totalmente à vontade com o compromisso, o confronto, a crítica, a afiliação ou outro posicionamento social que vá surgindo ao longo do texto.

Diante disso, percebemos que, na atualidade, graças a multiplicação de aplicativos e corretores ortográficos, muito tem crescido a quantidade de publicações de livros e em revistas científicas. No que se refere às revistas, há um cuidado maior com a correção dos textos, no entanto, quando se trata de livros, as editoras costumam deixar tal função sob a responsabilidade dos autores e isso tem resultado muitas publicações marcadas por erros ortográficos, sintáticos e sérios problemas de sentido, no âmbito da coerência e coesão.

Face a esta questão, é pertinente destacar que ao escrever, colocamo-nos literalmente na linha de fogo para que outros possam avaliar nossa obra, como pontua Bazerman (2015). Diante disso, defendemos que um texto, antes de ser publicado, precisa passar por uma correção séria e minuciosa, para corrigir as inconsistências presente no texto. Isso porque, à medida que nosso texto se direciona à forma final, nos tornamos ainda mais incertos de como os outros possam avaliar nosso trabalho e nós mesmos. (BAZERMAN, 2015).

A revisão de um texto a ser publicado deve ser feita com bastante atenção, pois ela está muito além de apenas correção gramatical, ortográfica e pontuação. O revisor consegue atentar aos detalhes que o autor, muitas vezes pela afetividade com a produção, deixa passar despercebidos. Nessa perspectiva, Bazerman (2015, p. 194) pontua que ao “deparar com o texto novamente para novas revisões com base nos comentários dos editores ou pareceristas, ajuda olhar o texto través das lentes deles para ver o que eles viram”. Daí a importância de um revisor sério, comprometido e com ampla experiência profissional.

A formatação dos gêneros textuais para publicação é bastante específica, pois ela prioriza frases curtas, objetivas e concisas. Além disso, esses textos devem possibilitar fazer lincagens externas e internas, direcionando o leitor ao desenvolvimento de habilidades que o permitam se imaginar vivendo o que está descrito.

O papel do revisor é estar atento à formatação do texto, à adequação do conteúdo quanto à coesão, coerência, objetividade. Dessa forma, pode-se dizer que o revisor tem a função de lapidar a pedra para que a joia encante o público que a contempla.

Nessa perspectiva, no cenário em que o ato da escrita nos exige coragem e vontade de avançar, apesar dos riscos, apresentamos a necessidade de cuidados e lapidação com o texto do seu livro, para que a publicação na Editora Olyver, além da primorosa apresentação gráfica, tenha a melhor correção gramatical, sintática e semântica.

Por:

Gisely Martins da Silva e José Adelson Lopes Peixoto.

5 visualizações0 comentário

© 2019 por Editora Olyver | CNPJ: 33.742.240/0001-10 | Inscrição Estadual: 24303379-6

E-mail: editoraolyver@gmail.com | Contatos: 82 9 8707-5673 | 82 9 98174-5648

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon