3D 1.png

LANÇAMENTO EM BREVE!

A ESTÉTICA DA SOBREVIVÊNCIA NA NARRATIVA DE

SÉRGIO SANT’ANNA

HELENICE FRAGOSO DOS SANTOS
GILDA DE ALBUQUERQUE VILELA BRANDÃO

Custeado com ajuda do pai, “O sobrevivente” foi o primeiro livro em prosa publicado por Sérgio Sant’Anna, em 1969. Sua importância no quadro geral da produção do escritor se justifica tanto pelo fato de iniciar sua trajetória literária, quanto por apresentar os princípios temáticos e estéticos do projeto narrativo sant’anniano como, por exemplo, a problemática da violência e da crueldade. Muitas das características esboçadas nesta obra ganham definições mais precisas em livros produzidos posteriormente, como por exemplo, em O Vôo da Madrugada, laçado no ano de 2003, no qual tem-se uma narrativa consciente da cena literária a partir de narradores que colocam em causa o trabalho da escrita ao evidenciar o caráter metaficcional do texto.