Escolha o site ou livraria de sua preferência e adquira seu exemplar. Boa leitura...

Memórias e imagens em confronto: os Xukuru-Kariri nos acervos de Luiz Torres e Lenoir Tibiriçá.

JOSÉ ADELSON LOPES PEIXOTO

A pesquisa aqui apresentada nasceu de uma série de inquietações que me acompanham desde o início do ano de 2001 quando visitei pela primeira vez uma aldeia indígena no município de Palmeira dos Índios, interior de Alagoas, distante 130 km da capital do Estado. Apesar do interesse em visitar a aldeia, minha ida foi adiada várias vezes pelo fato de procurar companhia e não encontrar alguém com a mesma curiosidade que eu. Falo de curiosidade porque queria conhecer de perto o povo que ocupava as terras em volta da cidade e que era o centro das discussões e das controvérsias sempre que se falava da fundação da cidade.

Inquietava-me ver difundida na região e propagada nas escolas uma lenda sobre o amor de um casal de índios (Tilixi e Txiliá) que morreu em consequência de um amor proibido. No local da sua morte nasceu uma palmeira frondosa, fato narrado na historiografia local como fundante da cidade, tão relevante que o casal tem sua imagem gravada no escudo e na bandeira do município, ocupando a parte central dos referidos símbolos. Além da imagem nos símbolos oficiais, o principal museu da cidade é denominado de Museu Xucurus de História, Artes e Costumes numa referência ao povo indígena local que também nomeia vários estabelecimentos comerciais.

ISBN: 978-65-81450-01-4 - VERSÃO IMPRESSA

N° DE PÁGINAS: 187

TAMANHO: 16X23cm

PAPEL: OFFSET 75g

CAPA COUCHÉ 250g

© 2019 por Editora Olyver | CNPJ: 33.742.240/0001-10 | Inscrição Estadual: 24303379-6

E-mail: editoraolyver@gmail.com | Contatos: 82 9 8707-5673 | 82 9 98174-5648

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon