OS ÍNDIOS PANKARÁ NA SERRA DO ARAPUÁ RELAÇÕES SOCIOAMBIENTAIS NO SERTÃO PERNAMBUCANO
EDIVANIA GRANJA DA SILVA OLIVEIRA

Este estudo abordou a Serra do Arapuá, Brejo de altitude, Bioma Caatinga, Sertão pernambucano, nas suas especificidades socioambientais e enquanto território físico e simbólico para o Povo Pankará, numa perspectiva da História Ambiental e Indígena dialogando também com outras áreas do conhecimento, como a Antropologia, a Geografia, a Biologias, etc., a fim de compreender a importância do ambiente naturais, onde vivem os Pankará. Apresentamos também estudos sobre a ocupação do Sertão nordestino, as políticas empreendidas pelo Estado, pelos missionários e “curraleiros” a respeito dos diversos grupos indígenas que habitavam a região. Empreendemos reflexões a respeito da identidade étnica relacionando com o Ambiente que os Pankará vivem, discutindo suas experiências. Destacamos a importância e os usos das plantas da Serra do Arapuá pelo Povo Pankará, em especial, na ritualística e na terapêutica. Para tanto, apropriamos de concepções teóricas e metodológicas, especialmente da História Ambiental e da Antropologia, através de pesquisas bibliográficas e das memórias dos Pankará, no intuito de contribuir com reflexões sobre a importância do Ambiente, a Serra do Arapuá na afirmação da identidade Pankará.

ISBN: 978-65-87192-88-8

Nº de Páginas: 176