3D V1 ERMANO.png

LANÇAMENTO EM BREVE!

BIOÉTICA E SAÚDE PÚBLICA NO NORDESTE BRASILEIRO:

DILEMAS E PERSPECTIVAS

ERMANO RODRIGUES

A bioética, que surgiu desde o início da década de 70, abriu novas perspectivas para uma nova ética voltada para o mundo da saúde, da natureza, da dignidade humana na ótica da justiça e dos direitos e deveres do homem envolvendo a saúde, o ecossistema e o biodireito, etc. A partir daqui tem sido possível apostar numa discussão ética consistente e transferi-la para as esferas de poder, da educação e do estilo de vida da sociedade – dir-se-ia, apostar numa ética global. Partindo destas motivações, propomo-nos abordar os desafios que se colocam na área da saúde e suas políticas no Nordeste brasileiro, com implicação local. Está muito presente para nós esta relação entre a ética na saúde e o processo educacional. Estamos tratando de algo que envolve o ser humano e especificamente os profissionais da saúde por lidarem diariamente com pessoas, com utentes com o objetivo de cuidar. Os profissionais da saúde como alvo da pesquisa (estudo da sua profissionalidade), nos motiva a discutir as dimensões da formação humana, da atuação do profissional em seu quotidiano, da satisfação ou realização na profissão de quem optou por ela e, finalmente, das motivações que impulsionam, envolvem e solidificam os profissionais em suas consciências a assumirem a causa nobre de cuidar da saúde (promover a saúde e tratar a doença).