3D - PROF EDSON - GILBERTO.png

A Educação Escolar Indígena em Alagoas: espaços, processos históricos E debates 

GILBERTO GERALDO FERREIRA
EDSON SILVA 
Orgs
.

Sabemos que a Escola originalmente é uma instituição colonial, colonizadora e por muito tempo foi um espaço importante de reprodução das ideias dos grupos hegemônicos no poder. E mais ainda em se tratando dos povos indígenas, a escola durante muitos anos teve como objetivo catequisar/educar/civilizar buscando moldar, recusando a identidade do indígena, para afirmá-lo como não indígena e obviamente negar-lhe os direitos específicos. Situação que perdurou em muito no Brasil, até a promulgação da Constituição Federal em 1988, quando a partir de intensas mobilizações os povos indígenas conquistaram na Carta Magna e legislação posterior o reconhecimento das expressões socioculturais e o direito a uma escola específica, diferenciada e intercultural. E Sendo enfatizada a relevância da Escola/Educação para o reconhecimento das sociodiversidades e afirmação identitária dos povos indígenas a partir da Educação Escolar Indígena/EEI, por um renomado intelectual, pesquisador, professor universitário, liderança e ativista indígena Gersem Baniwa. Dessa forma, foi legitimada a necessidade e os significados da continuidade de pesquisas sobre o assunto. E essa coletânea, é uma contribuição para discussões, reflexões e fortalecimento das mobilizações sociopolíticas dos indígenas.